Morango

Morango é diurético, anti-reumático, alcalinizante, combate a febre, elimina toxinas do fígado, laxante, facilita a digestão, tônico para os nervos.

Morangos são frutos interessantes dos pontos de vista sensorial e nutricional. Os frutos são ricos em vitamina C e compostos fenólicos, sendo considerados boas fontes de antioxidantes, de acordo com as recomendações de ingestão diária para os dois componentes.

O congelamento do morango, para uso posterior é o método de conservação mais utilizado atualmente, uma vez que o congelamento bem conduzido preserva a cor e sabor, afetando unicamente a textura. Entretanto, para algumas finalidades ainda se pratica a conservação por aditivos químicos e, também a pasteurização em recipientes herméticos.

O morango é um fruto originário da Europa e típico de países de clima frio. Pertence à mesma família das rosáceas, assim como a maçã, pêra, pêssego e cereja.

O morango é um fruto carnoso, suculento, de sabor levemente ácido, contém várias substâncias essenciais para o organismo, como o potássio, o sódio e o cloro, responsáveis pelo metabolismo e pelo movimento da musculatura cardíaca. É rico em vitamina C, que ajuda a prevenir gripes, proporciona resistência ao organismo contra infecções, auxilia na cicatrização de feridas e na absorção do ferro.

Possui também em quantidades menores, vitamina B5 (Niacina) e ferro. A niacina evita problemas de pele, aparelho digestivo, sistema nervoso. O ferro, por sua vez é um mineral que participa da formação do sangue.

É consumido in natura, e muito utilizado no preparo de tortas, musses, geléias, iogurtes, sucos, bolos, etc. Por se tratar de uma fruta sensível, o morango não pode ser guardado por muito tempo, no máximo três dias em geladeira.