Estudo diz que morangos protegem o estômago

Alguma vez você já molhou um morango em um copo de champanhe? Um novo estudo realizado por uma equipe de pesquisadores italianos, sérvios e espanhóis releva que os morangos têm um indiscutível efeito protetor em estômagos danificados pelo álcool.

Para chegar a essa conclusão, os cientistas deram etanol (álcool etílico) para ratos de laboratório e descobriram que a mucosa gástrica dos que haviam comido morango durante 10 dias sofreu menos lesões, conforme publicado na revista Plos One.

“Os efeitos positivos do morango estão associados tanto a capacidade antioxidante e seu alto teor de compostos fenólicos (antocianinas) e para ativar as próprias enzimas ou defesas antioxidantes do próprio corpo”, disse Sara Tulipani, pesquisadora da Universidade de Barcelona e co-autora do trabalho, à agência de notícias SIMC.

A gastrite ou a inflamação da mucosa do estômago, bem como as relacionadas ao consumo de álcool também podem ser causadas por infecções virais ou pela ação de antiinflamatórios, como aspirina, ou aqueles usados contra a bactéria Helicobacter pylori.

Os resultados apontam que uma dieta rica em morango pode exercer um efeito benéfico na prevenção de doenças gástricas relacionadas com a geração de radicais livres e atenuar a formação de úlceras de estômago nos humanos, além de aliviar as lesões na mucosa gástrica após o dano.

O coordenador da equipe de pesquisa da Universidade Politécnica de Marche, na Itália, Maurizio Battino, destacou que o trabalho não foi desenvolvido para mascarar os efeitos da embriaguez, mas para encontrar moléculas protetoras da mucosa gástrica contra os danos que diferentes agentes podem causar.

Fonte: Universia Brasil